Sobre e.UTIL

O que é?

A plataforma e.UTIL , é a primeira plataforma digital de leilões destinada à negociação e compra agregada de utilidades, organizada por lotes de necessidades de consumo.

É promovida pela Associação Industrial Portuguesa – Câmara de Comércio e Indústria (AIP-CCI), contemplando os produtos e serviços nas áreas da energia, tecnologias de informação e comunicações (TIC), seguros e consumíveis

Destina-se às Pequenas e Médias Empresas, localizadas especialmente nas designadas regiões de convergência do programa Portugal 2020, que apoia e financia a iniciativa no âmbito do COMPETE.

Tem como objetivo, aumentar a competitividade das empresas, através da redução de custos de contexto, fazendo apelo à participação ativa na economia digital, através da criação de um eficiente matchmaking entre a procura e oferta de produtos e serviços.


e.UTIL Apresentação Resumo

e.UTIL Apresentação Leilões Dígitais

e.UTIL Apresentação Sessão Pública

Ficha de Projeto

Como aderir?

Para participar nos leilões da plataforma e.UTIL, basta aderir através do preenchimento do formulário de adesão e responder aos questionários de caracterização de consumo, disponíveis para cada uma das áreas. A adesão à plataforma é gratuita.

A e.UTIL promove leilões periódicos e recorrentes, tendo em conta as necessidades, especificidades e perfil de consumo de cada PME, notificando previamente os consumidores da sua inclusão num dado lote, bastando confirmar o seu interesse para fazer parte do Leilão.

Os contratos de fornecimento e prestação de serviços, são celebrados diretamente entre consumidor e fornecedor.

Como funciona?

e.UTIL é uma plataforma digital de leilões invertidos, para a negociação e compra agregada em lote de utilidades, que contempla produtos e serviços nas áreas da Energia, Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), Seguros e Consumíveis.

A plataforma, promovida pela Associação Industrial Portuguesa – Câmara de Comércio e Indústria (AIP – CCI), gere uma carteira de consumidores composta por Pequenas e Médias Empresas (PME) nacionais, com consumos devidamente quantificados e caracterizados. Esta quantificação e caracterização permite a realização de um agrupamento de necessidades em forma de Lotes, possibilitando o substancial aumento do poder negocial e acesso às melhores condições de mercado para aquisição de bens e serviços, aumentando a competitividade e produtividade das empresas através da redução de custos de contexto.

Benefícios ao consumidor

Maior competitividade negocial

As pequenas empresas ao agregarem as suas necessidades de procura, ganham uma economia de escala, similar às das suas congéneres de maior dimensão, permitindo-lhes uma maior competitividade nas negociações em formato de leilão digital, junto dos fornecedores de produtos e serviços.

Aumento da produtividade

A otimização das compras, permitirá a redução dos principais custos operacionais e de contexto, com ganhos potenciais provenientes da redução de custos de incorporação de matérias, produtos e serviços. Possibilita-se assim, a integração destas empresas, na economia digital com o aumento da eficiência na gestão dos recursos, através de práticas de desmaterialização de processos de compras, incrementando a sua simplificação e transparência, contribuído para a melhoria da produtividades das PME.

Procura em Lotes Homogéneos

As plataformas digitais, permitem uma eficiente e eficaz agregação das necessidades de procura em lotes, com características de procura homogéneas. Desta forma, consegue-se a constituição de agrupamentos de PME com necessidades similares entre si, potenciados ainda, pela agregação desta procura, em lotes com características idênticas e igualmente homogéneas.

Benchmark de Preços

A plataforma ao concretizar os diversos leilões, permite a realização de análises comparativas (benchmark) de preços e condições comerciais, por forma a dar a conhecer a posição competitiva das empresas face ao mercado, setor e respetivo líder (best in class), identificando desvios e oportunidades de melhoria.

Acesso à inovação tecnológica

As PME ao recorrerem a mecanismos de agregação de procura, potenciam a rapidez do acesso a produtos e serviços de elevada inovação tecnológica, que em condições normais são primeiramente direcionados a empresas de maior dimensão e escala.

Benefícios ao fornecedor

Aumento de quotas de mercado

Os fornecedores ao terem acesso a um conjunto de PME agregadas, podem ao ganharem os respetivos leilões em negociação, aumentarem as suas quotas de mercado e incrementarem a notoriedade das suas marcas e produtos, com o desenvolvimento de soluções que possibilitem a livre concorrência e transparência dos processos de compra.

Informação sistematizada da procura

A agregação dos clientes em lotes homogéneos, permite o aumento do conhecimento das necessidades especificas dos mercados, garantindo uma melhor adaptação e organização da sua oferta de produtos e serviços através do desenvolvimento de pacotes de soluções à medida, segmentados sectorialmente ou transversalmente às PME.

Otimização de custos comerciais

A participação em canais comerciais de negociação em formato de leilão digital, permite otimizar os custos operacionais, concentrando parte do esforço comercial em processo eletrónicos (online business), libertando recursos para as atividade comerciais convencionais, onde o contacto pessoal das equipas de vendas seja efetivamente imprescindível ao sucesso das negociações e adaptação da oferta e procura.

Acesso à economia digital

A participação em leiloes digitais, permite o rápido e eficiente acesso à economia digital por parte de pequenos e médios fornecedores, que podem assim ter acesso a canais comerciais novos e inovadores, em igualdade de concorrência com fornecedores de grande dimensão.

Simplificação de processos

Os processos de negociação digital, permitem uma elevada simplificação de processos de negociação e procedimentos de acesso a concursos, negociações e contratualização de fornecimentos de produtos e serviços.